O que escolher? Maternidade ou Carreira?

É comum mulheres optarem por se afastar do trabalho por um tempo determinado em função do nascimento e primeiros anos da infância de seus filhos. Mas, uma questão que é importante considerar ao tomar essa decisão é pensar qual estratégia irá adotar para retornar ao mercado de trabalho após esse período.

Os empecilhos para seu retorno podem ser muitos e provenientes de ambos os lados. Suas próprias limitações relacionadas ao tempo, baixa disponibilidade para viagens a trabalho, dificuldade em manter a dupla jornada, falta de atualização, dentre outros.

Por outro lado, muitas empresas ainda têm preconceitos em relação a este período fora do mercado e, em relação à ideia de que poderão contar menos com essas profissionais devido aos compromissos com os filhos pequenos. Por sorte, nem todas as empresas pensam assim, mas não significa que você não deva se preparar para seu retorno.

Por isso, ao tomar essa decisão é importante um planejamento para o período: financeiro, familiar e de carreira. A dedicação à maternidade não precisa excluir sua vida profissional. Você pode aproveitar esse período para colocar a leitura em dia, estudar, realizar cursos (EAD’s, por exemplo), além de se manter atualizada sobre o mercado de trabalho e sua área de atuação.

Enfim, ser mãe não significa abrir mão de sua carreira. É possível conciliar as duas coisas e aproveitar o que tem melhor em cada uma delas.