Falar sobre salário na entrevista ainda gera constrangimento

 

E a forma de evitá-lo é se preparando.

Então, vamos lá, o que você precisa saber antes de definir sua pretensão salarial?

  1. Você está trabalhando ou não? Em ambos os casos, você deve fazer uma pesquisa para conhecer a média de mercado. Quando você está trabalhando sua margem de negociação pode ser maior, principalmente se o motivo de estar procurando emprego é o salário. Se você não está trabalhando, partir de seu último salário, pode ser uma boa referência para iniciar a negociação.
  2. Pense o quanto você precisa e quanto gostaria de ganhar. O que você precisa é o seu mínimo. Menos que isso poderá lhe gerar dificuldades financeiras e levá-lo a buscar outra coisa.
  3. Seja realista, avalie a situação do mercado e não jogue sua pretensão muito para cima e nem muito para baixo.

E como falar sobre isso na entrevista?

  1. Responda à pergunta: não enrole e não devolva a pergunta ao entrevistador;
  2. Seja direto e firme (não agressivo, ok?);
  3. Mostre flexibilidade: esteja disposto a ouvir a proposta da empresa. Às vezes vale à pena abrir mão de algo no começo para ter um ganho maior no futuro.

Por fim, pense no seu bem-estar e de sua família. Não se rife! Negociações salariais malconduzidas podem gerar grandes insatisfações futuras.